Notícias

Compra ou venda de imóveis: momento é de espera

Professora de Direito da FADERGS acredita que, em meio à pandemia do Coronavírus, o melhor é aguardar um movimento do mercado

O ano de 2020 tem sido de incertezas. Com a crise causada pelo Coronavírus, muitas pessoas estão preocupadas com o futuro e avaliando a melhor forma de se organizarem financeiramente. Para quem tem dinheiro guardado, a pergunta que surge é: vale a pena investir em um imóvel? Para a advogada e professora do curso de Direito da FADERGS, Gabrielli Amaral de Souza, a resposta é “esperar”.

“O setor imobiliário ainda não apresentou quedas significativas nos negócios, o que influencia diretamente na oferta e na procura de imóveis. Esse fato se deve muito ao mercado imobiliário apresentar maior liquidez do que a bolsa de valores, que vem sofrendo com a queda. Assim, a alternativa mais sensata nesse período é aguardar um pouco mais o movimento do mercado, para verificar se haverá uma melhor oportunidade em relação a redução de juros, prazo de carência, extensão de parcelamentos, descontos em imóveis prontos e na planta”, explica Gabrielli.

Com o cenário de demissões e incertezas da economia, a melhor dica para os consumidores é colocar o pé no freio. “A compra de um bem imóvel revela a aplicação de reservas financeiras e, na maioria dos casos, o comprometimento de uma parcela da renda familiar no pagamento de financiamentos, o que pode ser arriscado. Mesmo sendo uma compra à vista, a pessoa terá que se desfazer de uma quantia reservada que poderá ser imprescindível num cenário econômico que ainda está nebuloso”, complementa.

Já para quem está vendendo um imóvel, o momento é de avaliação. “A venda de um bem na atual conjuntura passa pela mesma análise: é necessário se desfazer do patrimônio em meio a crise? A procura pelos imóveis não está em alta”. Para Gabrielli, quem já possuía imóvel à venda terá que analisar as propostas que surgirem para verificar se estão de acordo com o esperado antes da crise. “Não se pode esquecer que possuir imóvel significa possuir um patrimônio e se desfazer deste, em meio a um cenário econômico instável, pode ser benéfico ou calamitoso, dependendo da nova destinação dada a quantia perquirida”, ressaltou.

Para quem está pesquisando o mercado, a melhor orientação, neste período, é continuar. E lembre-se sempre de seguir orientações indispensáveis na hora de comprar ou vender um imóvel:


- Cuidado com as ofertas on-line muito favoráveis;

- Não deixe de olhar o imóvel antes de fechar negócio;

- Não deposite garantias antes de ter contato com o bem e com o vendedor, sempre formalizando os trâmites através de documentação escrita e assinada por ambas as partes, de preferência, com firma reconhecida em cartório;

- Analise a procedência. Importante requerer, entre outros documentos, a matrícula atualizada e as certidões fiscais para verificar se não existem ônus sobre o imóvel;

- Analise o estado civil do comprador ou vendedor e, se for casado, o regime de bens;

- No caso da venda ou compra ser intermediada por uma terceira pessoa (imobiliária, incorporadora, corretor de imóveis) não deixe de analisar a solidez da empresa no mercado, evitando possíveis problemas no futuro.


Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Bem vindo ao novo portal da Fadergs

Mais simples, rápido e fácil de navegar. Que tal conferir um tutorial das novidades?